Indústria 4.0


A 1ª Revolução Industrial, começou na 2ª metade do século XVIII (1750 a 1800) e caracterizou-se pela conversão de métodos de fabrico artesanais/manuais, para produção por máquinas (Ex: Máquina a vapor, Ferramentas, etc…), tendo como pioneiro o povo Britânico.

A 2ª Revolução Industrial, teve inicio na 2ª metade do século XIX (1850 a 1900) e caracterizou-se pela produção em série, tendo como exemplo Henry Ford (Estados Unidos) na produção automóvel, com a introdução das linhas de montagem; esta produção, visava satisfazer o aumento da procura e levou ao aparecimento de duas grandes potencias industrias mundiais, os Estados Unidos e a Alemanha.

A 3ª Revolução Industrial, teve inicio na 2ª metade do século XX (1950 a 2000), com o fim da 2ª guerra mundial e o aparecimento dos computadores. A produção em série com uma componente humana bastante elevada, passou a ser substituída por autómatos/robôts industriais, levando á Automatização da Produção (Ex: Máquinas-ferramenta, Indústria Automóvel atual, etc…).

Chegados então aos n/ dias, assistimos agora á 4ª Revolução Industrial, tendo como denominador comum, a “Digitalização da Indústria e/ou “Ciberindustria”, cujos vetores principais são a “Internet das coisas” (Internet of Things) e a “Computação na Nuvem”.

A “Fábrica Inteligente” será cada vez menos dependente do Homem e terá “inteligência” para tomar decisões, em conjunto com o ser humano; ao robôt industrial somaremos o robôt de serviço, com um grau de autonomia elevado, capaz de operar em ambientes complexos e comunicar com humanos.

A SNC pode também oferecer as primeiras soluções de I4.0, para a sua empresa na área do CNC, aproveitando a informação que está contida no CNC e exportando-a para ser utilizada pelos n/ clientes, para:

  • - - Orçamentos de Moldes ou outra peça de fabrico (Ex: Saber qual a máquina mais económica para produzir, disponibilidade de máquina, etc…).
  • - Análise de Custos, já que permite saber se cada máquina está a funcionar ou parada, a cumprir com os tempos de produção, medir desgaste de ferramentas, etc.
  • - Integrar a informação do CNC no Software de Produção/Gestão da sua empresa.
  • - Analisar esta informação ON-LINE, no seu PC e/ou Telemóvel.
  • - Manutenção preventiva e/ou Curativa.

  • Para mais informações/pedidos de orçamento, clique aqui.